/* Tabs Algum Tempo Atrás | Moda, Maquiagem, Comportamento e mais: Desabafo de alguém que não aguenta mais tanta injustiça!

POWr Social Media Icons

08 abril, 2015

Desabafo de alguém que não aguenta mais tanta injustiça!

Justiça. Será que ela existe mesmo? Ultimamente me parece que não. E sabe por que? Há pouco mais de um ano, eu e minha família estamos sofrendo com ameaças, coações, injúrias, calúnias e agressões (tanto verbais quanto corporais), de pessoas que residem no mesmo condomínio que nós e pior, que se diziam nossas amigas.

Sempre tive como conceito de casa, o lugar em que chego depois de um dia estressante e relaxo. Mas de um tempo pra cá, esse conceito se tornou apenas palavras. Eu e minha família simplesmente não temos sossego. Temos que aturar provocações, deboches, ameaças constantes, fora o que já foi citado acima. Até o zelador do condomínio entrou nessa.

O zelador adora tirar sarro de nós, fora as coações e ameaças que o mesmo profere todas as vezes que nos vê nos corredores e no hall de entrada do nosso condomínio. Além disso, o mesmo se prestou a ser testemunha falsa para defender o síndico, que é seu amigo há anos. O zelador fez acusações gravíssimas e descabidas ao juiz, e ainda por cima as fez rindo descaradamente em audiência.

Sabe o que é pior? Esse zelador recebeu muita ajuda da minha família. Não estou jogando na cara de ninguém isso, mas eu esperava da parte dele o mínimo de respeito e agradecimento por tudo que fizemos por ele.

O síndico do condomínio em que residimos já foi muito “amigo” da minha família. Note que digo “amigo”, porque sempre me pareceu que ele só queria tirar proveito de nós. Ele gostava mesmo é do dinheiro que ele levava da minha mãe. E agora você se pergunta: ‘Como assim levava dinheiro?’ E agora eu te explico. Ele nunca foi o tipo de fazer favor para ajudar os outros, ele faz é favor remunerado. Amigos de verdade não pedem dinheiro em troca de nada, amigos de verdade se ajudam, não importa a situação.

Parece que ele via que minha família, mais especificamente minha mãe, se deixava ludibriar, acabando por tirar proveito dela. Eu sempre avisei minha mãe de que o síndico me parecia uma pessoa falsa. O jeito que ele fala e trata as pessoas não me parece de uma pessoa de bem. Ele sempre deixou transparecer se achar superior aos outros. E no final das contas minha intuição estava certa. Ele realmente se acha a última bolacha do pacote.
O síndico não mede esforços para prejudicar alguém quando ele está com raiva. Ele mente, ludibria, se finge de bonzinho e ainda se faz de santo na frente das pessoas que não querem se envolver com ele e nas situações que ele mesmo cria.

Tudo o que está acontecendo na minha residência, não foi porque minha família provocou tudo. Nós apenas estamos nos defendendo das situações criadas pela pessoa física que representa o síndico.

Ele muito nos ameaçou e tentou nos encurralar dentro de nosso próprio apartamento, e nós estávamos tentando lidar com a situação da melhor maneira possível, mas o mesmo resolveu criar situações extremas, que acabaram nos levando às esferas cível e criminal. A partir daí, pode ter certeza, de que o já estava ruim, ficou pior ainda.

Nossas vidas se tornaram um verdadeiro inferno. Ele começou a nos atormentar diariamente, com provocações, ameaças, entre outros, e não só ele, mas seus comparsas também, a mando dele. E quando digo comparsas, é porque é o que parece realmente. As pessoas que estou chamando de comparsas, antes eram nossos “amigos”, mas quando viram o rumo que a situação estava tomando, acabaram se aliando ao síndico, por ele ser a pessoa que “manda e desmanda” no nosso condomínio, além de terem conhecimento de que ele é uma pessoa extremamente vingativa.

Sabe, já estou bem cansada dessa situação. Eu e minha família não temos mais qualidade de vida alguma. Enquanto o síndico fugiu do condomínio, nós ainda estamos aqui. Sofrendo e sendo humilhados pelo zelador e comparsas do síndico. E eu digo que fugiu mesmo. Ele carregou sua mudança de pouquinho e escondido. Temos provas disso. E sabe o que mais ajuda a sedimentar a fuga? Ele não fez mudança de endereço para não ser achado por ninguém e muito menos pela polícia.  

E agora, novamente você se pergunta: “Mas se ele fugiu, como ainda continua a confusão?” Ele fugiu, mas infelizmente ainda é síndico do condomínio. E sabemos que ele não fez mudança de endereço, porque o próprio zelador, em uma conversa com minha mãe, deixou escapar isso.

Como a pessoa física que representa o síndico, tem acesso a rede interna de segurança do condomínio e aos condôminos ele consegue deturpar o que realmente acontece, levando alguns moradores a acreditar que nós somos os ‘bad guys’ e ele é o coitadinho.

Alguns moradores estão começando a ver o que realmente está acontecendo por aqui, e por consequência, estão sendo menosprezados pelo síndico. E sabe o que é pior? Outros moradores sabem quem é o síndico, mas não se manifestam, porque sabem que ele gosta de represálias.

Não só eu, mas minha família, estamos nos sentindo humilhados e isso está acabando comigo. Fui tão humilhada pelo zelador e até pelo síndico dia desses, que não quero sair de casa para não correr o risco de encontrá-los nas dependências do condomínio, e ver as suas caras de deboche.

A única coisa que eu gostaria que acontecesse era justiça, mas já estou perdendo as minhas esperanças de que isso possa acontecer. Eu gostaria que a justiça percebesse que isso é formação de quadrilha e que essa quadrilha está fazendo o impossível para prejudicar a minha família.

TEMOS PROVAS DE QUE ESTAMOS SENDO AMEAÇADOS E COAGIDOS!

EU QUERO QUE AS MÁSCARAS CAIAM!

EU QUERO JUSTIÇA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Personalizado por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo